A retrospectiva 2016 do WhatsApp também foi marcada por muitos vírus e golpes aplicados pelo aplicativo no celular e PC. Para começar 2017 livre desses problemas, vale relembrar o que aconteceu ao longo do ano e manter o seu mensageiro seguro. Versões falsas do app prometem recursos extras mas não passam de uma farsa, como o WhatsApp Gold. Além disso, cupons que prometem descontos em lojas, créditos para celular e até passagens aéreas são usados para roubar dados pessoais e financeiros dos usuários brasileiros.

Ano Novo tem Doodle do Google com contagem regressiva

Curiosos também são pegos com falsas ferramentas que prometem mostrar quem visitou o seu perfil ou revelar conversas de amigos. Quer conhecer todos? Então, veja nove casos do WhatsApp que aconteceram no Brasil em 2016 para não cair em nenhum deles. Aproveite e veja sete dicas para não cair em ciladas no app.

Confira cinco aplicativos gratuitos para enviar emojis no WhatsApp (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo) (Foto: Confira cinco aplicativos gratuitos para enviar emojis no WhatsApp (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo))
WhatsApp foi usado para golpes e espalhar vírus; veja os casos de 2016 (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)

 

1) Golpe de visualizar conversa de amigo

O usuário pode cair em um golpe por causa da curiosidade. Em dezembro deste ano a ESET, empresa de segurança, anunciou um ataque chamado “Visualizador de conversas para o WhatsApp” que anunciava recursos extras para o mensageiro ao desvendar o chat de amigos. Mas era tudo enganação. O golpe já atingiu cerca de 1,5 milhão de pessoas no mundo e é disseminado por um link. A consequência é roubar dados e fazer débitos indevidos.

Golpe prometia descobrir o que seus amigos estavam conversando no WhatsApp (Foto: Reprodução/ESET)Golpe prometia descobrir o que seus amigos estavam conversando no WhatsApp (Foto: Reprodução/ESET)

2) Golpe com passagens aéreas

Em novembro deste ano foi identificada pela Kaspersky um golpe no WhatsApp com uma suposta oferta da companhia aérea TAM. O link suspeito prometia cupons de descontos em passagens aéreas, com indicação obrigatória de amigos para ganhar. Mas a intenção era roubar os seus dados pessoais para uso indevido e se disseminar entre contatos do mensageiro. Vale lembrar que a TAM se integrou à Latam e que ofertas só são anunciadas pelos sites e redes sociais oficiais.

Golpe do WhatsApp prometia descontos em passagens aéreas (Foto: Reprodução/Fábio Assolini)Golpe do WhatsApp prometia descontos em passagens aéreas (Foto: Reprodução/Fábio Assolini)

3) Golpe com créditos de celular

Ainda em novembro deste ano, a empresa de segurança PSafe Tecnologia alertou sobre um golpe no WhatsApp que promete R$ 25 em créditos grátis para celular. O problema já atingiu cerca de 25 mil brasileiros que utilizam um plano pré-pago no smartphone. A mensagem acompanha um link, que pede para indicar amigos para participar da promoção. Depois, há o download de um app fraudulento que pode roubar dados pessoais e gerar pagamentos indevidos no seu nome. Vale ficar atento.

Golpe promete créditos para celular mas rouba dados do usuário (Foto: Reprodução/Psafe)Golpe promete créditos para celular mas rouba dados do usuário no WhatsApp (Foto: Reprodução/Psafe)

4) Golpe do “WhatsEspião”

Novembro foi o mês dos golpes no WhatsApp. Uma nova ameaça detectada pela PSafe Tecnologia envolvia o “WhatsEspião”, um aplicativo que prometia mostrar o que os seus amigos estão conversando no WhatsApp. Mas não se passava de um aplicativo de vírus, que infestava o celular para roubar dados e até fazer cobranças no seu nome. O golpe chegava por meio do link em uma mensagem, prometendo os recursos extras. Para ajudar a se proteger, lembre sempre de instalar um antivírus no seu celular.

Aplicativo que promete ler mensagens de amigos é vírus (Foto: Divulgação/Psafe)Aplicativo que promete ler mensagens de amigos é vírus no WhatsApp (Foto: Divulgação/Psafe)

5) WhatsApp Gold

Em julho de 2016 uma suposta versão plus chamada WhatsApp Gold apareceu novamente na rede e prometia recursos extras. Mas se tratava de um golpe, identificado pela PSafe, que atingiu inclusive o Brasil. O link recebido por uma mensagem de WhatsApp acompanhava um link para baixar vários aplicativos suspeitos. Com isso, o usuário acabava comprometendo os seus dados pessoais e financeiros, com a assinatura de planos e contratação de serviços de SMS sem desejar, com a tentativa de acessar a função. Vale lembrar que em maio deste ano a Kaspersky Lab já havia anunciado os riscos do WhatsApp Gold, que não passa de uma farsa.

WhatsApp Gold é um novo app fraudulento que promete recursos extras (Foto: Reprodução/TechTudo)WhatsApp Gold é um novo app fraudulento que promete recursos extras (Foto: Reprodução/TechTudo)

6) Golpe promete mostrar conversas

Os curiosos são alvos de golpes no WhatsApp. Isso porque em junho deste ano, a Kaspersky Lab identificou uma cilada que prometia mostrar quem visitou seu perfil no WhatsApp. Em busca dos possíveis “xeretas”, o conteúdo pedia para abrir um link externo que daria acesso aos recursos extras no mensageiro pelo celular. Mas tudo se tratava de uma farsa para roubar dados pessoais e envolver os usuários em contratações de serviços de forma indevida. Caiu no golpe? Veja como resolver nessas dicas.

Golpe promete mostrar quem visualizou seu perfil do WhatsApp (Foto: Divulgação/Kaspersky Lab)Golpe promete mostrar quem visualizou seu perfil do WhatsApp (Foto: Divulgação/Kaspersky Lab)

7) Golpe envolvendo Burger King

Até a famosa rede de restaurantes Burger King foi tema para um golpe no WhatsApp. A agência de segurança, ESET, identificou uma ameaça em maio deste ano com a disseminação de falsos cupons de descontos, que prometia R$ 50 para gastar na rede de lanchonetes. A mensagem em português pedia para acessar um link para cadastros e com isso eram afetados dados financeiros e pessoais dos internautas, com a solicitação de serviços extras embutidos nas etapas. O problema atingiu primeiramente usuários brasileiros e também em outros países.

Golpe no WhatsApp usava supostos cupons de descontos do Burger King  (Foto: Divulgação/ESET)Golpe no WhatsApp usava supostos cupons de descontos do Burger King (Foto: Divulgação/ESET)

8) Golpe com videochamadas do WhatsApp

Um recurso muito aguardado pelos usuários do WhatsApp foi a videochamada no app. Essa espera foi usada para disseminar um golpe, com origem no Brasil, que prometia desbloquear o recurso no mensageiro. Identificado pela Kaspersky Lab em fevereiro deste ano, o golpe consistia em uma mensagem para aceitar o “convite de vídeo” e, com isso, o usuário caía em uma cilada ao infectar o celular com aplicativos duvidosos. A vítima espalhava ainda mais o vírus ao compartilhar com amigos e grupos, além do golpe roubar dados pessoais como o número do telefone. Vale lembrar que atualmente a videochamada já foi liberada pelo WhatsApp de forma oficial, com atualização do aplicativo.

Golpe podia infectar celular com vírus, prometendo videochamadas no WhatsApp (Foto: Divulgação/Kaspersky Lab)Golpe podia infectar celular com vírus, prometendo videochamadas no WhatsApp (Foto: Divulgação/Kaspersky Lab)

9) Versões falsas do WhatsApp PC

Não foi só no celular que o WhatsApp foi usado para espalhar vírus e golpes. Em fevereiro deste ano a Kaspersky anunciou um ataque hacker com uma versão do aplicativo para computador. O tipo de malware capta as informações pessoais e faz pagamentos indevidos com o número do seu telefone. Para não ter dor de cabeça em 2017, lembre sempre de baixar os apps para PC e celular no site oficial. O WhatsApp lançou inclusive uma versão para computadores Windows e Mac neste ano, além da versão web pelo navegador, com sincronização automática das suas mensagens.

Falsas versões do WhatsApp para computador espalham vírus e roubam dados  (Foto: Divulgação/WhatsApp)Falsas versões do WhatsApp para computador espalham vírus e roubam dados (Foto: Divulgação/WhatsApp)
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial